Português Inglês Espanhol

Avaliação Psicológica: Definição de aspectos psicométricos segundo alunos de graduação em psicologia

05/10/2020

Bruno Bonfá-Araujo, Eliana Santos de Farias, Janaina Chnaider Miranda

Durante muitos anos a formação em AP no Brasil foi considerada insatisfatória. Visando contribuir com o desenvolvimento dos psicólogos que trabalham com AP, o Conselho Federal de Psicologia determinou, por meio da Resolução 009/2018, que é responsabilidade dos cursos de Psicologia oferecer um plano de ensino que garanta o ensino apropriado do manejo e compreensão dos testes psicológicos. Mas, embora haja leis, resoluções e documentos que determinam padrões para construção e uso de testes psicológicos, ainda não há diretrizes que determinem a necessidade de especialização do psicólogo para o manuseio de qualquer que seja o instrumento. Assim, deve-se considerar a necessidade de atualização de formação e ensino da avaliação psicológica no Brasil. A partir do exposto e inspirado por outros estudos, este estudo tem o objetivo de investigar o conhecimento de graduandos de Psicologia sobre os critérios psicométricos, bem como identificar o nível de conhecimento sobre avaliação psicológica dos alunos em concordância com os semestres no qual estão inseridos.

 

Highlights:

  • Participaram do estudo 150 estudantes de Psicologia de universidades privadas do estado de São Paulo, entre 18 e 55 anos, 79,3% do sexo feminino.
  • Instrumentos utilizados: Roteiro com itens sobre o Conhecimento de Avaliação Psicológica (CAP) e Questionário de Competência para Avaliação Psicológica (QCAP).
  • Os alunos souberam explicar apenas os conceitos básicos sobre avaliação: Definição e método.
  • No CAP, apenas duas questões ficaram acima da média: a sobre definição da AP e quais estratégias o psicólogo pode utilizar durante o processo de avaliação
  • No QCAP, embora respondido por uma minoria dos participantes, as pontuações menores foram nos itens que tratam da construção de instrumentos.
  • Intenta-se para a necessidade de melhoria no ensino de AP durante a graduação em Psicologia nas instituições de ensino superior brasileiras.
  • Estudos futuros devem buscar ampliar o número amostral, assim como coletar dados de estudantes de todas as regiões do Brasil para uma melhor compreensão do panorama nacional.

 

Artigo completo: https://revistas.ufpr.br/psicologia/article/view/65877

 

Mural

Escritório Virtual do IBAP trabalhará em Home Office

A partir de 19/03/2020

Webinar Psicopatia: modelos e avaliação