X
congresso
 
Português Inglês Espanhol

Produção Científica em avaliação psicológica no contexto escolar/educacional

08/03/2021

A avaliação psicológica pode ser aplicada em diversos contextos e fazendo uso de diversos métodos. Seu objetivo é investigar, descrever e/ou mensurar características e processos psicológicos, como emoção, afeto, cognição, inteligência, motivação, personalidade, atenção, memória, percepção, entre outros. Neste cenário, a avaliação educacional contribui para o desenvolvimento e aprimoramento de medidas que possibilitem a verificação do desempenho dos alunos e, subsequentemente, caso necessário, possam ser implementados programas de intervenção para melhorar a qualidade do ensino e da aprendizagem. O presente artigo teve como objetivo investigar a produção científica sobre o uso da avaliação psicológica nas várias etapas da educação formal, no período de 2005 a 2015, dando sequência a um estudo anterior de Oliveira et al. (2007), que avaliou artigos publicados entre 1995 e 2004. Utilizaram-se os mesmos parâmetros metodológicos para percepção das possíveis alterações quanto aos resultados anteriores.

 

Highlights

  • A amostra do estudo foi composta por 101 artigos, encontrados em 14 periódicos, classificados como A1 e A2, que focalizavam a avaliação psicológica nos contextos escolar e educacional entre 2005 e 2015.
  • Observou-se que 2007 foi o ano com maior número de artigos no contexto educacional;
  • As revistas que apresentaram maior quantidade de artigos publicados foram Psico-USF, Psicologia: Reflexão e Crítica e Revista Brasileira de Orientação Profissional;
  • 98% dos artigos foram realizados com autoria múltipla e 2% com autoria individual;
  • A maioria dos trabalhos foi escrita em parceria por autores de ambos os sexos, seguida por pessoas do sexo feminino e, em menor percentual, apenas pela autoria masculina;
  • Observou-se que ‘propriedades psicométricas/construção de instrumentos’ foram as temáticas mais investigadas, seguidas por ‘orientação vocacional, profissional, mercado de trabalho, interesses profissionais’ e ‘aspectos cognitivos’;
  • 44% trabalhos envolveram até 200 sujeitos e 9% foram realizados com amostras maiores que 1000 pessoas;
  • Há uma concentração na realização de estudos com participantes matriculados no ensino superior;
  • Há uma tendência na utilização de instrumentos do tipo psicométrico/fatorial;
  • Sugere-se que sejam realizados novos estudos com a temática em outras bases de dados, assim como com elementos específicos do contexto escolar/educacional, para que os pesquisadores tenham maiores informações a respeito das publicações nessa área.

 

Referência:

Lima, T. H.; Cunha, N. B.; Suehiro, A. C. B. (2019). Produção Científica em avaliação psicológica no contexto escolar/educacional. Psicologia Escolar e Educacional, (23), 1-9. DOI: 10.1590/2175-35392019018897

Acessar em: https://www.scielo.br/pdf/pee/v23/2175-3539-pee-23-e178897.pdf

Mural

Eleição da Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal

Posicionamento da ASBRo sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)