Português Inglês Espanhol

Adaptação transcultural da escala Vanderbilt para Português - Uma proposta de entrevista de rastreio de TDAH

24/05/2021

O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH) é caracterizado pelo Manual Diagnóstico de Transtornos Mentais (DSM-V) como “um padrão persistente de desatenção e/ou hiperatividade-impulsividade que interfere no funcionamento e no desenvolvimento”. Este transtorno normalmente apresenta sintomas na primeira infância e atinge aproximadamente de 3% a 5% da população durante a vida toda, sendo a prevalência de 5% a 13%, nas crianças em idade escolar. No Brasil, a prevalência de TDAH segundo o IBGE, é de cerca de 0,9% a 26,8% da população brasileira. O mesmo é considerado como um transtorno complexo de ser detectado devido ao uso de diferentes critérios de avaliação e em razão de sua delimitação. Apesar da alta incidência, na prática clínica percebe-se a dificuldade dos profissionais no diagnóstico do referido transtorno bem como uma alta frequência de erros no diagnóstico impactando na eficácia do tratamento. Em razão disto, este estudo propõe-se a fazer uma adaptação do instrumento Vanderbilt Assessment Scales para a população brasileira com a proposta de oferecer um instrumento de qualidade que contribua para a precisão do diagnóstico.

 

Highlights:

  • A Vanderbilt Assessment Scales foi adotada pela Academia Americana de Pediatria e é amplamente utilizada no diagnóstico de crianças com TDAH.
  • A escolha pela escala Vanderbilt Assessment Scales deve-se a credibilidade do instituto NICHQ e aos excelentes resultados nos diagnósticos do TDAH no seu país de origem.
  • O processo de adaptação seguiu as diretrizes da International Testing Comission demonstrando bom resultados como entrevista clínica.
  • A construção e ou adaptação transcultural dessa escala pode contribuir significativamente para promoção de saúde física e mental considerando o alto índice de encaminhamentos para avaliação de TDAH.
  • Considera-se pertinente estudos complementares que possibilitem analisar os indicadores de validade e fidedignidade do instrumento para auxiliar no diagnóstico diferencial.

 

Referência:

Silva, F. G., Gonzaga, A. V., Silva, M., & Carvalho, L. T. C. (2021). Adaptação transcultural da escala Vanderbilt para Português-Uma proposta de entrevista de rastreio de TDAH. Brazilian Journal of Development,7(5), 45079-45085.

Link para o artigo: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/29360

Mural

Nota de repúdio - Demissão arbitrária da Profª Drª Acácia Aparecida Angeli dos Santos

Eleição da Diretoria, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal